Cristina Scaff teve sua formação acadêmica na área da Física, sendo formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde também fez seu Mestrado. Posteriormente se especializou em Física-Médica na área de Radioterapia, o que contribuiu em muito para o início do estudo da anatomia humana.

Os caminhos de Cristina Scaff como docente nas melhores escolas e cursinhos preparatórios para a Universidade, assim como pesquisadora do admirável mundo da física, dividiram-se desde muito cedo com a contemplação do belo e com a arte da pintura e escultura. Passavam-se os anos e Cristina Scaff não se afastou de sua formação inicial, a física, mas sempre encontrava um tempo para desenvolver seu talento e aperfeiçoar o que nela já existia, a arte.
 

Com tantas obras que já havia produzido achou que deveria adquirir ainda mais conhecimentos e se profissionalizar também neste campo. Foi aprovada em primeiro lugar no vestibular de 2001 da Faculdade de Belas Artes de São Paulo, e nesta mesma ocasião, foi aceita como aluna do escultor Cícero D’Ávila, o que a fez declinar da faculdade para ter aulas com seu Mestre.

Hoje seu currículum vitae se avoluma a cada dia e, entre suas atividades artísticas, encontramos a pintura e estudos sobre telas às quais se dedicou com maior intensidade de fevereiro de 1979 a maio de 1984 sob orientação do artista plástico Waldomiro Siqueira Júnior. Teve aulas de pintura acadêmica, de óleo sobre tela, de março de 1990 a outubro de 1991, com o renomado artista plástico italiano Prof. Ludovico de Nicolellis; e, aulas de escultura, desde outubro de 2000 até dezembro de 2004, com modelagem em argila para produção de trabalhos em terracota, bronze ou mármore com o renomado artista plástico Cícero D'Ávila.

Participou de várias exposições tendo alcançado várias premiações, entre elas: em 2002, Medalha de Bronze no 53o Salão Paulista de Belas Artes com a obra Afrodite, escultura em terracota; em 2002, selecionada para o 53o Salão Paulista de Belas Artes com a obra Bosque do Morumbi, acrílico sobre tela; em 2003, Medalha de Prata no 54o. Salão Paulista de Belas Artes com as obras Mulher da Pedra e Mulher da Praia, esculturas em bronze. Um de seu mais recente trabalhos foi o busto do falecido papa João Paulo II, uma escultura em bonze, encomendada pela comunidade polonesa através do Consulado Geral da Polônia, que está exposta na Igreja Nossa Senhora Auxiliadora em São Paulo.


 

 


© Cristina Scaff 2007

Criação e Hospedagem: Internology Soluções Webmarketing